O que é Long and Short e como funciona essa estratégia

Você já ouviu falar em Long and Short? Se negativo, você precisa saber que é possível comprar e vender, ao mesmo tempo, apostando na alta de um ativo e na queda de outro.  Aliás, Long and Short é um tipo de estratégia que pode ser lucrativa para quem quer ampliar horizontes, dando os primeiros passos na Bolsa de Valores.

Portanto, para saber tudo sobre essa técnica que vai mudar a sua vida como investidor, acompanhe o texto e saiba como aplicar.

O que é Long and Short

No mercado financeiro, Long é sinônimo de compra, assim como Short é sinônimo de venda. Long and Short é uma operação muito popular na Bolsa de Valores.

Basicamente, você investidor, entra “comprado” numa ação e “vendido” em outra, ao mesmo tempo. O objetivo aqui é equilibrar uma posição, almejando uma assimetria de retornos. 

Se ambas as ações subirem, é preciso que a comprada suba mais do que a vendida, entende? Nesse caso, ainda é possível obter lucro. Em contrapartida, se ambas caírem, o investidor precisa que a vendida caia mais do que a que está comprada. Já nesse caso, as chances de perda são grandes.

Mas como essa estratégia? Saiba mais sobre Long and Short, no próximo tópico.

Como funciona o Long and Short?

No mundo dos investimentos, tudo começa com uma análise. Você, como investidor, terá que estudar muito e pode contar também com ajuda de um assessor de investimentos em que confia para escolher duas ações. De preferência do mesmo ramo.

Ao fazer isso, você consegue identificar a tendência para ser aproveitada em Long and Short. Sendo assim, você pode escolher duas empresas de tecnologia, duas redes de varejo, entre outras opções.

Alguns investidores escolhem operar Long and Short com a ação preferencial (PN) contra a ordinária (ON) de uma companhia. Assim como, é possível escolher uma ação e um índice. Ou ainda um índice contra outro índice.

Já para o investidor que quer vender a descoberto, ele paga um valor de aluguel das ações que ele não tem depois para vender. Com esse crédito, é possível comprar outro ativo.

É importante ressaltar que mesmo com muito cuidado, você corre riscos normalmente. Antes de abordarmos um exemplo de como funciona a estratégia de Long and Short, vamos dar uma olhada nos benefícios dela? Confira a seguir.

Quais são os benefícios de aplicar Long and Short?

Até aqui deu para perceber que essa prática está ligada à compra e venda de ações de forma casada, correto? Aliás, você deve estar se perguntando:Quais serão as vantagens de operar na Bolsa de Valores dessa forma, se ainda corro riscos?

Vamos analisar os benefícios juntos:

1º Utilizar a ação comprada como garantia – Ao realizar um Trade de compra ou venda a descoberto, isso indica que a operação foi feita com garantias, mas sem recursos disponíveis.

Com o Long and Short, também são exigidas garantias, mas pode-se negociar mesmo sem valores em conta. Dessa forma, o crédito da venda pode ser usado na aquisição de outro papel.

2º Risco menor do que operações a descoberto – Neste caso, é só lembrar que a principal meta dessa estratégia é obter ganho na diferença entre a compra e a venda do papel. 

Sendo assim, o risco de perda da negociação é menor, uma vez que o resultado entre o Long and Short pode ser interessante para o investidor. Com isso, a operação apresenta menos risco do que em negociações com somente a venda de papéis a descoberto.

3º Pulverização de riscos – A prática que estamos falando neste vídeo pulveriza os riscos de perda no mercado de investimentos. O que significa que mesmo em momentos de incertezas, o trader pode operar com possibilidades reais de ganho.

Deu para perceber que benefícios para utilizar o Long and Short em seus investimentos, não faltam, não é mesmo? Vejamos agora essa estratégia na prática, continue a leitura.

3 exemplos de Long and Short na prática

Considerando os três tipos de Long and Short que são ativos de uma mesma empresa; ações de um mesmo setor; e ativos versus Ibovespa, chegou o momento de você visualizar na prática como funciona essa técnica. Confira:

Exemplo 1 – Ativos de uma mesma empresa

Vamos supor que após uma anomalia de mercado, as ações da empresa X apresentaram cotações diferentes.

Enquanto a X1 estava a 32,60 reais, a X2 estava a 28,90 reais.Então o trader vende a X1 e compra a X2. Ou seja, compra e vende na mesma empresa.

Exemplo 2 – Entre ações de um mesmo setor

Considere que a Loja 1 anuncia um lançamento importante, mas que pode ser replicado por outros players de mercado com mais agilidade.

Desse modo, o valor dos papéis dispara na frente de outras empresas do segmento dessa loja. Sendo assim, o investidor pode comprar ações da loja 2, por exemplo, e vender ativos da Loja 1 para obter ganhos com a operação.

Exemplo 3 –  Entre ativos versus IBOVESPA

Supondo que dentro da carteira do índice Bovespa existem 2 empresas com a mesma participação, cerca de 0,2% do Ibovespa. 

Se o trader perceber que a Empresa 1 está com cotação mais alta do que a Empresa 2, ela pode operar vendido e comprado nessa situação.

Viu como é simples usar a técnica Long and Short na Bolsa? Sabendo o que é e como funciona na prática, agora você pode investir à vontade. Falta pouco para começar os seus investimentos utilizando essa nova estratégia. Continue até o final do texto.

Conte com a Braúna para aplicar estratégias de investimento

Se você ainda tem dúvidas sobre como aplicar o Long and Short nos seus investimentos, primeiramente precisa entender o que se encaixa melhor no seu perfil de investidor. Para isso, conte com profissionais qualificados para te ajudar nessa jornada.

Sendo assim, fale sempre com quem tem experiência no ramo. Nós, da Braúna, estamos aqui para ajudar você a alcançar os melhores resultados. Se você busca atendimento personalizado e exclusivo com qualidade, então junte-se a nós

Conte com os nossos assessores para lhe atender com atenção e agilidade.

Câmbio

Carta de Câmbio Julho 2022

Você notou que no mês de julho o dólar teve uma volatilidade de quase 10%?!Pois bem, o dólar fechou em leve alta nesta ultima sexta-feira

Leia mais